Coaching para universitários: 7 motivos para investir nessa área

pessoas sentadas fazendo coaching para universitários

Observando o atual mercado brasileiro, percebo o quanto a carreira de coaching está se tornando conhecida e valorizada. A profissão está em expansão, e isso se deve ao fato de que algumas áreas, como o coaching para universitários, estão contribuindo significativamente para o aumento da performance de milhares de indivíduos.

Ampliar resultados, criar ou reposicionar a imagem, aumentar as vendas ou mudar de carreira são alguns dos objetivos de quem busca o apoio de um coach. Aliás, há uma boa variedade de especializações disponíveis,  como o coaching de casais — que lida com o relacionamento a dois, colaborando para o planejamento e a conquista de sonhos em comum — e o coaching financeiro, que otimiza a gestão orçamentária do seu coachee e assim vai.

Neste post, falarei melhor sobre o coaching destinado ao público universitário, modalidade que está em alta, principalmente em razão de uma grande recolocação profissional e do aumento da preocupação do jovem em escolher a carreira ideal.

A seguir, apresentarei 7 razões para você atuar nessa área e se destacar no mercado. Confira!

1. Auxiliar na confirmação do caminho

Percebo que, além de estudantes do ensino médio, que estão no período de escolher a faculdade que pretendem cursar, muitos universitários ainda não confirmaram essa escolha — principalmente nos primeiros anos do curso superior.

Esse tipo de situação é comum, principalmente porque muitos jovens não fazem uma pesquisa e análise adequada sobre as opções disponíveis e adequadas ao seu perfil, aos seus interesses e motivações.

O processo de coaching para universitários usa como ferramentas algumas habilidades empreendedoras, que auxiliam o cliente a entender aquilo que deseja alcançar. Além disso, o coachee passa a ter uma visão mais clara dos passos necessários para alcançar o resultado esperado. Dessa forma, o caminho de aprendizado e o destino profissional ficam conectados.

2. Trabalhar as competências do coachee

Imagine que você decide se especializar como um coaching vocacional e atuar na área de carreiras. Sendo assim, identificar as aptidões do seu cliente e conseguir mostrar para ele sua capacidade de realização será um dos maiores ativos.

Porém, reconhecer seus próprios talentos e potenciais nem sempre é uma tarefa fácil. Para isso, você utilizará uma técnica muito importante: o mapeamento de competências, como o CHA, que aponta o conhecimento, habilidade e atitudes necessárias:

  • conhecimento: ciência e formação técnica necessária para desempenhar a profissão desejada;
  • habilidade: sabedoria e habilidade para executar a ação esperada;
  • atitude: inteligência emocional, planejamento e execução das atividades para a realização do que é necessário.

3. Ajudar a superar crenças limitantes com o coaching para universitários

É bastante comum que uma pessoa em processo de decisão profissional e formação de carreira desista dos seus sonhos por não se achar boa o bastante. O coach que trabalha com carreira estará constantemente ajudando pessoas a superarem suas crenças limitantes.

Alguém pode, por exemplo, ter o desejo de cursar medicina para atuar na área, mas por um conjunto de crenças, não se considera bom o bastante. Talvez a pessoa decida iniciar outra faculdade afim, como enfermagem, e isso gere uma frustração por toda a vida.

4. Incentivar um planejamento adequado

Vivemos em um momento em que parece ser inadmissível que alguém trabalhe com algo que não goste. Ao mesmo tempo, o cenário econômico apresenta uma queda na oferta de empregos e nem todos os setores encontram-se estáveis. Por isso, mais do que nunca, é preciso saber montar um plano adequado da carreira.

Como um mapa para o tesouro, ao escolher essa área de atuação, por meio de um planejamento estratégico de carreira, você ajudará o coachee a se desenvolver para conquistar o sucesso na profissão idealizada.

Ajudá-lo a identificar todas as ameaças e oportunidades e conhecer os passos necessários para atingir seu objetivo é um grande motivo para investir nessa modalidade de coaching.

5. Facilitar a identificação de oportunidades

Assim como expliquei no tópico anterior, o planejamento prevê o reconhecimento das oportunidades e isso permite que o coachee visualize questões além das possibilidades comuns.

Alguém que deseja se formar em direito, por exemplo, não precisa necessariamente sonhar em advogar. Talvez o cliente se veja seguindo uma carreira pública, como a magistratura ou a procuradoria, ou desempenhando uma atividade acadêmica de pesquisa ou docência.

Dessa forma, as pesquisas de potencial e aptidões do atendido, cruzadas com as informações de possíveis desdobramentos que a formação escolhida oferece, podem trazer novas soluções que não haviam sido vislumbradas.

6. Melhorar o desempenho e as notas

Nem todo cliente que precisa de coaching para universitários pretende realizar uma transição de carreira. É possível que o cliente apenas deseje otimizar sua performance, visto que a saída do ensino médio e ingresso na faculdade oferece uma autonomia que precisa ser melhor gerenciada para ser prazerosa e proveitosa.

Como coach com especialização nessa área, será preciso ajudar o cliente a descobrir como se organizar para lidar com a nova rotina de estudos, muitas vezes conciliada com estágios ou trabalho, e com as mudanças naturais da vida, como a independência de morar sem os pais.

Sem esse apoio e trabalho orientado para desenvolvimento de maturidade, essa nova fase pode influenciar negativamente na performance do aluno.

7. Conscientizar para o empoderamento no processo

Assim como nos outros atendimentos de coaching, é preciso que o cliente tenha autoconsciência do processo. Esse é o primeiro passo para a realização do ideal pretendido.

Observe que citei alguns exemplos, como conseguir lidar com a liberdade que a vida universitária oferece ou entender quais outras áreas de atuação a formação permite, porém não é possível induzir a uma resposta.

Para trabalhar esse estágio, é necessário descobrir o resultado esperado pelo coachee e ajudá-lo a perceber os fatos que montam a situação.

Viu como o coach de carreira tem um papel fundamental na escolha profissional do cliente, bem como no planejamento e concretização do seu melhor potencial? Posso afirmar que o profissional que deseja trabalhar com coaching para universitários precisa manter seus conhecimentos atualizados, proporcionando atendimentos em que o coachee perceba a importância de estar aberto para atuar no processo e aceitar mudanças.

Se você deseja acompanhar as novidades e dicas para o segmento de coaching, assine a newsletter do Instituto Maurício Sampaio e aproveite os excelentes conteúdos que eu publico com frequência aqui no blog!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X