Como mudar hábitos negativos: 4 boas práticas para se inspirar!

Alguns comportamentos podem ser grandes barreiras para a sua evolução. Por isso, é fundamental mudá-los ao buscar o crescimento pessoal e profissional.

Assim como qualquer transformação na vida de uma pessoa, alterar hábitos negativos é um processo que exige novos pensamentos e ações que precisam ser exercitadas. Mas você sabe como mudar hábitos negativos?

Neste artigo, apresentarei algumas práticas para motivar e inspirar a mudança desses hábitos. Continue a leitura e confira!

1. Mude a mentalidade

Um dos maiores erros ao tentarmos mudar hábitos é focar apenas no comportamento e esquecer de analisar o motivo dele fazer parte de nossa rotina e como a nossa mente os entende.

Para mudar a mentalidade é necessário estabelecer um objetivo claro, por exemplo, fazer uma mudança de carreira ou conquistar algo desejado.

Tendo definido um alvo a ser atingido, é preciso reavaliar valores, crenças, emoções e pensamentos. Dessa forma, é possível manter o que é benéfico e gerar novos estímulos que podem tanto contribuir com a conquista do objetivo almejado, quanto ser a base para criarmos novos hábitos.

2. Reconheça as consequências dos hábitos negativos

Os hábitos negativos têm diversas consequências danosas para o dia a dia. Porém, tendemos a mantê-los, pois trazem algum tipo de benefício imediato que proporciona prazer.

Para mudá-los, é preciso saber como eles estão atrapalhando a nossa evolução, mas também quais recompensas estão trazendo. Assim, é possível encontrar novos hábitos que ofereçam compensações similares ou mais adequadas.

Por exemplo, se uma pessoa tem o hábito de chegar atrasada aos compromissos, a sua recompensa imediata pode ser dormir um pouco mais, mas isso pode estar impedindo ela de conquistar uma nova colocação profissional e atrapalhando seus relacionamentos pessoais.

3. Identifique padrões e gatilhos

Os hábitos geralmente são sustentados por padrões de pensamentos e ações e têm gatilhos que nos levam a mantê-los como parte da rotina.

Descobrir quais são eles, permite que tomemos consciência das razões de determinados comportamentos e identifiquemos quando estamos prestes a cometê-los. Isso ajuda a não os realizarmos por impulso e os substituirmos por hábitos positivos.

Algumas formas de identificar padrões e gatilhos são:

  • anotar os pensamentos e ações que ocorrem antes de termos o comportamento habitual e refletir sobre eles;
  • entender o papel do ambiente e das outras pessoas nos impulsos dos hábitos negativos;
  • descobrir se existe relação entre os hábitos negativos e quais são elas;
  • identificar parâmetros como lugar, horário e estado emocional que são gatilhos para alguns comportamentos.

4. Faça um planejamento

Ter um direcionamento é essencial para se manter firme e persistente. Por esse motivo, é importante criar um plano, e tê-lo como um guia do processo de mudança.

O ideal é que esse planejamento fique registrado. Pode ser, por exemplo, em uma folha de papel ou uma planilha digital, desde que seja de fácil acesso.

Alguns itens que devem constar nele são:

  • objetivo: especificar os objetivos que geraram o desejo de mudança;
  • hábitos negativos: criar uma lista dos hábitos negativos e uma ordem para alterá-los, mudando um por vez;
  • metas: estipular pequenas metas a serem alcançadas, assim sempre haverá vitórias para servirem de motivação;

Dessa forma, é possível ter clareza nas ações, acompanhar a evolução e principalmente dar um passo de cada vez, evitando algumas frustrações que podem atrapalhar a mudança dos hábitos negativos.

Com as práticas apresentadas neste artigo, é possível começar a mudar os hábitos negativos que atrapalham o seu desenvolvimento pessoal e profissional. Além disso, é importante compreender que as mudanças necessitam de tempo, empenho e comprometimento para acontecerem, por isso é preciso persistir.

Gostou de saber como mudar hábitos negativos? Então, compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a terem acesso a este conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X