Como fazer um planejamento financeiro para transição de carreira?

Imagine a seguinte situação: você sente que está trabalhando mais do que deveria e, por isso, mal sobra tempo para dar atenção à família. O dia a dia na empresa está chato e seu chefe está cada vez mais exigente. Para piorar, você não está sendo valorizado e seu salário está muito aquém das suas competências.

Pode ser que você faça parte de um grupo de milhares de brasileiros que desejam mudar de carreira e finalmente se dedicar a um trabalho por paixão e vocação. Obviamente, não é uma decisão fácil, tampouco deve ser tomada de forma precipitada. É preciso clareza, tato e bom senso.

Se você pretende viver uma transição de carreira, é essencial ter em mente que uma das principais questões a serem observadas é a reserva financeira. Neste artigo, vou apresentar 5 dicas que podem te ajudar a fazer um bom planejamento financeiro antes dessa mudança. Confira!

1. Realize um diagnóstico financeiro

Fazer um diagnóstico da sua situação financeira será um primeiro passo primordial para alcançar o objetivo de reposicionamento de carreira. Você deve saber exatamente quanto ganha e gasta. Se tiver dívidas, se planeje imediatamente para acabar com elas.

Com as finanças desorganizadas, será muito arriscado avançar no sonho de ter outro trabalho. Se você está realmente disposto a mudar de vida, é preciso renovar os hábitos, como passar a anotar tudo que gasta, e mudar de uma vez por todas a sua relação com o dinheiro.

2. Controle os gastos

Feito o diagnóstico, recomendo fortemente que adote um outro olhar sobre o controle de gastos. Geralmente, as pessoas pensam que gastam menos do que aquilo que de fato gastam. É preciso se policiar em relação a isso, cortando tudo aquilo que for supérfluo.

O cartão de crédito, por exemplo, pode ser um grande vilão da vida financeira. Quando fazemos uma compra por meio dele, não existe aquele sentimento de “dor no bolso” que temos no momento que pagamos com dinheiro. Sendo assim, na hora que você realizar sua próxima compra, se pergunte: eu realmente preciso disso?

3. Liquide suas dívidas

Para estar pronto para uma nova carreira, você precisa de tranquilidade, certo? Caso tenha dívidas, é essencial que você se planeje para exterminá-las. Se possível, renegocie com as pessoas que você deve e tente pagar o mais cedo possível, pagando uma taxa de juros menor.

Primeiramente, acabe com as dívidas maiores e depois foque nas menores. Além disso, também considero importante que evite ao máximo contrair novas dívidas. Caso contrário, uma “bola de neve” será criada e aí será mais difícil ficar livre dessas pendências.

4. Faça um planejamento financeiro de reserva

Para uma transição de carreira mais tranquila e sem medos, é fundamental ter uma reserva em caixa, principalmente para o caso de surgir alguma emergência. Isso acontece porque a tendência é regredir em relação aos ganhos atuais. Como estará começando em uma nova área, é provável que sua remuneração seja inferior.

Mas isso não é motivo para desanimar, certo? Quando você faz algo que ama, a recompensa financeira inevitavelmente virá com o tempo. Nesse primeiro momento, no entanto, será preciso um pouco de paciência.

5. Repense suas despesas

Para você sair do estado atual e ir para o estado desejado, será necessário fazer alguns sacrifícios, incluindo o corte de despesas. Isso se aplica, principalmente, aos gastos supérfluos. Sabe aquele restaurante ou cinema de toda sexta-feira? Provavelmente, eles terão que ser trocados por programas mais em conta. Mas isso não indica menos diversão, não é mesmo?

Com efeito, a transição de carreira é um processo em que vão existir muitas dificuldades. Mas não é necessário desanimar. Pelo contrário! Quando aparecerem as barreiras, pense nos benefícios de estar mais próximo da família e de ter mais tempo para o lazer e os amigos. Como sei que ainda restam muitas dúvidas, recomendo que leia um outro artigo que escrevi sobre como se preparar para uma mudança de carreira.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X