Transição de carreira: como preparar e lidar com a família?

Renunciar a uma carreira consolidada, depois de anos de trabalho duro para construí-la, pode ser desafiador e exige coragem e planejamento. Falo por experiência própria. Em 2005, abandonei o cargo de diretor de uma grande escola para me tornar orientador vocacional e profissional. Por fim, me tornei coach de carreira.

Desde o dia em que decidi trilhar esse novo caminho, enfrentei muitos desafios e obtive muitas experiências enriquecedoras que, provavelmente, não viveria no meu antigo emprego.

Apesar de ter conquistado sucesso, sei que esse é um processo complicado, em que é fundamental contar com o apoio da família e ter um planejamento.

Nesse post, vou compartilhar com você um pouco da minha experiência e passar algumas dicas para tornar a sua transição de carreira mais tranquila.

Tenha uma conversa franca com a sua família

Reúna a família e tenha uma conversa franca sobre os motivos que o levaram a querer iniciar uma nova profissão. Seja sincero sobre os seus desejos e expectativas. Fale sobre os problemas que está enfrentando em seu atual emprego e como isso tem afetado a sua qualidade de vida.

Explique suas insatisfações profissionais, sejam elas a respeito do seu chefe, sobre o salário recebido, ambiente de trabalho ou sentimento de não ser valorizado dentro da empresa.

Mas atenção: tenha essa conversa em um momento favorável e tranquilo, quando todos estiverem em casa e com tempo para conversar. Evite interrupções, mas fique aberto ao diálogo.

Prepare uma reserva financeira

Começar uma carreira do zero pode ser desafiador, especialmente no atual momento de instabilidade econômica. A situação fica ainda mais delicada se você for o único que trabalha em seu grupo familiar.

Para não ficar à mercê dos imprevistos financeiros, prepare uma boa reserva financeira antes de começar outra atividade profissional. Se a carreira que você tem em mente exige a aquisição de novos conhecimentos, estude a possibilidade de estudar e se preparar antes de pedir demissão.

Tenha em mente que, ao recomeçar, você estará em nível iniciante em sua nova atividade, de forma que será preciso gastar algum tempo ganhando experiência e, provavelmente, pode demorar até conseguir retorno financeiro. Então, guarde dinheiro para se manter durante o período mais longo possível.

Compreenda a preocupação da família com a sua transição de carreira

Pode ser difícil lidar com a oposição da família, se ela existir. Mas tenha em mente que é normal haver preocupação e ansiedade em relação a mudanças, pois a quebra da rotina também afetará as pessoas que vivem com você e, talvez, exija algumas mudanças por parte delas. Mesmo assim, não desista de conseguir o apoio deles. Dê um tempo para processarem essa nova informação, se for necessário.

Por fim, inclua os integrantes do seu grupo familiar em seu projeto atribuindo funções a eles. Será mais fácil conseguir o suporte deles, se eles se sentirem parte da implementação do novo negócio.

A transição de carreira pode ser um grande desafio. Mas com o apoio da família e um bom planejamento, é possível fazer essa mudança de forma saudável. Ainda não tem certeza se é uma boa ideia? Então, leia o próximo o artigo indicado a seguir e descubra por que uma mudança de carreira pode ser positiva!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X