Como mudar de carreira: tudo que você precisa saber para ter sucesso nesse processo!

como mudar de carreira

Você sabe como mudar de carreira? A insatisfação com a rotina de trabalho faz com que muitos profissionais decidam alterar a sua trajetória profissional e assumir o desafio de exercer novas funções. No entanto, esse processo pode ser repleto de inseguranças e apresentar vários obstáculos.

Por isso, para que a transição seja bem-sucedida é preciso considerar diversos aspectos e analisar cuidadosamente questões que são cruciais para alcançar a felicidade no trabalho.

Neste artigo, explicarei tudo o que é preciso saber para ter êxito na mudança de carreira. São informações e práticas poderosas que vão ajudar você a fazer um planejamento estratégico para conquistar a satisfação profissional. Continue a leitura!

1. O que é preciso saber ao identificar o desejo mudar de carreira?

O momento da identificação do desejo de mudar de carreira pode ser muito confuso e carregado de sentimentos conflitantes. Por essa razão, é preciso fazer uma análise da situação e avaliar algumas questões importantes para definir os próximos passos.

A seguir, mostrarei alguns aspectos que precisam ser considerados e observados antes de iniciar uma mudança de carreira. Acompanhe!

1.1. Veja se não gosta do trabalho ou do ambiente

O primeiro passo para fazer uma mudança de carreira é entender a origem dessa vontade. Muitas vezes, não são as funções exercidas que estão provocando a insatisfação, mas o ambiente de trabalho.

Isso pode acontecer por diversos motivos, como excesso de competitividade entre os funcionários, lideranças ruins, processos ineficientes, falta de reconhecimento, ausência de perspectivas de crescimento ou salários baixos.

Outra questão a ser considerada é se a raiz do problema não está em outras áreas da vida. Em alguns casos, a falta de entusiasmo com o trabalho é um reflexo de adversidades e impasses no âmbito pessoal.

Nesses casos, uma mudança radical, além de desnecessária, tende a trazer muitas frustrações. Desse modo, é fundamental analisar a rotina e descobrir qual é a fonte do descontentamento antes de tomar uma decisão.

1.2. Avalie se há outras áreas que prefere atuar

Se o desejo de mudança realmente for originado da insatisfação com as atividades inerentes ao trabalho, é preciso investigar se existem outras áreas com as quais se identifica e fazer uma avaliação sobre elas.

Comece pela própria profissão, procure outras funções que necessitam da sua formação e experiência profissional. Por exemplo, se você é um engenheiro, o caminho pode ser fazer uma especialização em gestão de pessoas e assumir cargos de coordenação e liderança.

Em seguida, caso decida realmente fazer uma transição de carreira, pense nas atividades que sente prazer em realizar e descubra com quais ocupações remuneradas elas estão associadas.

1.3. Entenda suas características

Conhecer as próprias características é imprescindível para tomar uma decisão fundamentada em relação à necessidade da mudança de carreira. Por isso, é importante desenvolver o autoconhecimento e saber quais são as suas melhores competências e habilidades antes de iniciar uma transição de carreira.

1.4. Considere o que vai ser necessário para realizar a mudança

Quando o desejo é grande e urgente, nenhum sacrifício é demasiado. Entretanto, é preciso considerar que junto com a mudança de carreira vão ser necessárias outras alterações, principalmente na fase de transição.

Algumas questões que precisam ser consideradas são:

  • está disposto a mudar o padrão de vida se for preciso?
  • se a nova profissão exigir um novo preparo, tem disponibilidade para trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
  • quais são as outras pessoas que vão ser afetadas pelas suas escolhas?

Como já disse, se a vontade for realmente forte não vai existir impedimento, mas é preciso avaliar a importância da mudança para conquistar a realização profissional e saber quais esforços vão ser exigidos para que ela aconteça.

1.5. Analise quais são as suas expectativas

A mudança de carreira pode ser difícil, por isso é importante fazê-la por motivos verdadeiros e ter expectativas realistas em relação ao futuro profissional.

Por exemplo, agradar outras pessoas ou obter status social, sozinhas, não são razões suficientemente fortes para fazer uma grande modificação na sua vida.

2. Quais são as atitudes para mudar de carreira?

Se a análise das questões apresentadas anteriormente mostrar que uma mudança de carreira é o melhor caminho, algumas atitudes vão ser necessárias para iniciar a transição. A seguir, apresentarei as principais ações que precisam ser feitas. Confira!

2.1. Busque estudar uma nova área

É muito provável que seja necessário adquirir ou aperfeiçoar conhecimentos e habilidades para ter êxito na nova carreira. Se as competências aplicadas nas funções anteriores estiverem relacionadas com a nova profissão, é possível buscar oportunidades e se atualizar ao mesmo tempo. Mas, se esse não for o caso, vai ser preciso um período intenso de estudos antes de entrar no mercado de trabalho.

O tipo de formação que vai precisar ser realizada depende de diversos fatores, como o campo profissional e o grau de instrução exigidos para executar as funções pretendidas. Por exemplo, em alguns cenários, um curso técnico ou uma especialização vão ser suficientes, mas em outros vai ser imprescindível fazer uma graduação.

2.2. Prepare um bom currículo

Para conquistar oportunidades e iniciar uma nova trajetória profissional é preciso que as pessoas saibam e entendam quais são as suas pretensões atuais e, para isso, é necessário fazer um currículo perfeito.

Sendo assim, é importante dedicar um tempo para prepará-lo com cuidado. As informações devem ser adequadas aos seus novos objetivos, deixando claro quais funções deseja ocupar.

2.3. Investir em marketing pessoal

marketing pessoal é indispensável para iniciar um novo ofício e ter uma carreira próspera. Quando ele é realizado de forma eficiente, as suas principais qualidades são transmitidas para as pessoas de forma cativante. Assim, é construída uma marca profissional confiável e positiva.

Por isso, a sua imagem precisa ser tratada como um produto comercial e ser constantemente aperfeiçoada para conquistar o seu público-alvo.

2.4. Trabalhar o networking

Networking é extremamente importante no momento de uma transição de carreira. Conseguir se conectar com os profissionais da área de interesse ajuda a obter informações valiosas e entender como é a rotina de trabalho. Além disso, posteriormente pode proporcionar indicações e outros auxílios que contribuem para o êxito na nova carreira.

Desse modo, é preciso se empenhar para fortalecer a rede, caso ela já exista, ou criá-la. Isso pode ser feito de diversas formas. Algumas delas são:

  • estar presente nas redes sociais;
  • frequentar eventos na área de atuação;
  • manter-se informado;
  • não permitir que a timidez impeça a iniciação das conversas;
  • mostrar interesse pelo trabalho de outros profissionais;
  • criar e compartilhar conteúdos;
  • disponibilizar-se para ajudar.

Entretanto, lembre-se que networking é uma rede de relacionamentos e não uma simples lista de contatos profissionais. Para que ela seja vantajosa é fundamental que sejam realizadas interações contínuas e exista dedicação para conservá-la.

2.5. Não procrastine

O desejo de perfeição não pode ser desculpa para a procrastinação. Se você esperar estar pronto para realizar a transição é muito provável que ela nunca aconteça. Avalie as informações e recursos que tem e descubra como iniciar o processo com essas condições.

Contudo, não confunda não procrastinar com não planejar a mudança de carreira. O planejamento é uma ação necessária, um movimento em direção ao seu objetivo.

3. Como planejar a mudança de carreira?

O planejamento é essencial para realizar uma transição de carreira bem-sucedida. É por meio dele que você vai ter uma trajetória construtiva e com menos riscos. Por isso, ele deve ser realizado com atenção, visando atender às suas necessidades e expectativas. A seguir, mostrarei como fazer um bom planejamento. Confira!

3.1. Entenda suas características profissionais

O autoconhecimento é o primeiro passo para conseguir realizar um planejamento eficiente. É muito provável que boa parte das frustrações profissionais que você teve no decorrer da sua trajetória foi por não conhecer as suas capacidades e habilidades, bem como não saber como desenvolvê-las.

Assim, procure formas de entender melhor as suas características como, por exemplo, buscar novas experiências, meditar e praticar o autofeedback.

3.2. Tenha um planejamento financeiro

A questão financeira é um dos aspectos mais delicados em uma transição profissional. É preciso ter muito cuidado ao realizar essa parte do planejamento e considerar todas as variáveis envolvidas.

Provavelmente, vai ser necessário algum tipo de investimento para fazer a mudança, como a realização de cursos, e os seus rendimentos, pelo menos no início da carreira, podem ser reduzidos.

Por isso, é preciso entender quais são as suas necessidades e as ações que vão ser inevitáveis. Por exemplo, talvez seja preciso mudar o padrão de vida ou fazer uma reserva financeira antes de fazer a transição.

3.3. Saiba como está o mercado para a nova área

Se a questão financeira for significativa para você, as condições do mercado serão um fator decisivo na escolha da nova carreira e podem ser necessárias adaptações no seu objetivo.

Além disso, fazer uma transição de carreira e não conseguir uma colocação na nova área vai resultar em frustração e insatisfação. Desse modo, é fundamental pesquisar como está o mercado de trabalho para as funções pretendidas.

3.4. Converse com profissionais da área

Pessoas que atuam na área desejada podem fornecer informações importantes sobre questões relevantes para o direcionamento da carreira, como a realidade da rotina de trabalho e as perspectivas de crescimento dentro das organizações.

Portanto, é interessante conversar com profissionais que estão inseridos no futuro campo de trabalho e esclarecer as dúvidas que tem em relação à nova carreira.

3.5. Tenha determinação

Possivelmente vão existir diversos obstáculos em todas as etapas da transição de carreira. Assim, é essencial ter determinação e estar preparado para superar os desafios e seguir em busca do objetivo estipulado.

4. Quais são as vantagens da mudança de carreira?

Quando feita de forma consistente e planejada, a transição de carreira proporciona diversos benefícios que repercutem em todos os âmbitos da vida. A seguir, apresentarei as principais vantagens que uma mudança profissional pode propiciar. Acompanhe a leitura!

4.1. Alcançar satisfação pessoal

A nova carreira, se escolhida de forma inteligente, com base nas suas aptidões e a situação do mercado, provavelmente vai proporcionar grande satisfação pessoal. Assim, a tendência é que todas as esferas da vida melhorem, gerando desenvolvimento profissional, emocional e financeiro.

4.2. Ter mais motivação no trabalho

Uma das principais causas do desejo de mudar de carreira é a desmotivação com a rotina de trabalho. Quando isso acontece, todas as outras áreas da vida são afetadas, trazendo diversas consequências prejudiciais para a evolução.

Iniciar uma nova trajetória profissional é uma forma de se entusiasmar com as atividades diárias e obter todos os benefícios proporcionados pela motivação, como melhoria das relações interpessoais e bem-estar.

4.3. Conseguir evoluir em outra área

Geralmente, a escolha profissional acontece em um momento da vida que as incertezas são predominantes. Assim, a decisão acaba sendo feita com base em fatores econômicos ou o desejo de outras pessoas. Com isso, são dedicados anos de estudo e trabalho a uma única área.

Além disso, com a evolução tecnológica das últimas décadas surgiram novas necessidades no mercado e novas profissões que podem se relacionar com aptidões não exploradas. Sendo assim, a mudança de carreira é uma oportunidade de conhecer outros campos, adquirir novas competências e, consequentemente, conquistar evolução.

4.4. Melhorar a qualidade de vida

insatisfação no trabalho gera uma série de efeitos prejudiciais para a saúde, causando danos físicos e psicológicos. Por mais promissora que uma carreira seja, quando ela é estressante deixa de ser recompensadora.

Fazer uma transição de carreira, principalmente se for para exercer funções desejadas e motivadoras, é um caminho para ter mais qualidade de vida.

4.5. Conquistar um sonho

Em alguns casos, exercer a nova profissão é um sonho adiado por medo ou necessidade. Com isso, a mudança de carreira ganha outra proporção, pois também se torna uma conquista pessoal.

A realização do sonho pode gerar diversas repercussões positivas e servir de inspiração para outras pessoas que estão à sua volta.

5. O empreendedorismo é um caminho para mudar de carreira?

O empreendedorismo é uma excelente opção para quem quer fazer uma transição de carreira e trabalhar com algo que proporcione satisfação.

Muitas vezes, a desmotivação com o trabalho está associada às condições inerentes a ser funcionário e não às funções realizadas. Nesses casos, fazer outras atividades ou trocar de emprego não vai ser o suficiente. Assim, começar o próprio negócio pode ser o caminho para a felicidade profissional.

No entanto, empreender com êxito depende de uma série de aspectos, como características comportamentais e recursos disponíveis. Desse modo, antes de decidir iniciar uma empresa, é preciso compreender quais são os pontos positivos e negativos dessa escolha.

A seguir, apresentarei as vantagens e desvantagens do empreendedorismo. Continue a leitura!

5.1. As Vantagens do empreendedorismo

5.1.1. Autonomia

Existe liberdade para administrar o tempo e os recursos. A forma de controlar gastos e horários, bem como os rumos do negócio, são de escolha e responsabilidade do empreendedor. Assim, é viável buscar mais conforto, motivação e satisfação na realização das tarefas.

5.1.2. Flexibilidade

A autonomia em relação ao tempo permite a flexibilização dos horários de trabalho. Dessa forma, é possível trabalhar nos horários mais produtivos por menos horas ou obter mais lucros.

Além disso, a flexibilidade pode ajudar a melhorar as relações interpessoais, pois permite que você consiga estar presente em momentos importantes de pessoas queridas, como apresentações escolares dos filhos ou celebrações dos amigos.

5.1.3. Motivação

A motivação é um dos maiores benefícios do empreendedorismo. Geralmente, a vontade de ter o próprio negócio está associada a trabalhar em uma área com a qual se tem muita afinidade. Com isso, a maioria das funções exercidas e a rotina de trabalho são prazerosas.

Ademais, para pessoas que gostam de desafios, o processo de construir uma empresa e fazê-la conquistar o mercado é muito estimulante, proporcionando momentos de grande entusiasmo e satisfação.

5.1.4. Lucratividade

O controle sobre os rendimentos, bem como a segurança proporcionada por eles, é totalmente do empreendedor. Assim, com trabalho e dedicação é possível obter bons resultados, fazer a empresa crescer e, com o tempo, conquistar bons lucros.

5.2. As desvantagens do empreendedorismo

5.2.1. Riscos

O alto nível de risco é um dos principais motivos para as pessoas desistirem de ter o próprio negócio. Dependendo da área de atuação da empresa, ele é grande e precisa ser calculado com cuidado para empreender de forma consciente.

5.2.2. Carga de trabalho

Apesar da autonomia e da flexibilidade, para fazer o empreendimento ter sucesso provavelmente vai ser necessário muito empenho e dedicação. Isso significa muito tempo de trabalho, possivelmente mais do que em um emprego formal.

Por isso, é importante estar preparado para dedicar muitas horas às funções e ter menos momentos livres, por exemplo, para o lazer.

5.2.3. Investimento

Para começar uma empresa é necessário fazer um investimento inicial. O valor vai depender do tipo de negócio. Em alguns casos, poucos recursos são suficientes, mas em outros é preciso um valor considerável.

6. Qual é a importância do coach no processo de mudança de carreira?

A transição de carreira pode ser um processo muito complexo, principalmente quando existe pouco autoconhecimento e as origens da insatisfação profissional ainda são desconhecidas. Nesses casos, é comum as pessoas permanecerem realizando funções que não proporcionam motivação ou fazerem mudanças frustrantes.

Por isso, é importante ter um auxílio profissional para ajudar a fundamentar a decisão da mudança e direcionar a busca pela felicidade profissional. A seguir, mostrarei como um coaching de carreira pode facilitar esse processo. Acompanhe!

6.1. Ajuda a identificar as causas da insatisfação profissional

Por meio de ferramentas de autoconhecimento e perguntas poderosas, o coach auxilia na identificação das causas da insatisfação profissional. Dessa forma, é possível descobrir se o problema está nas atividades realizadas, no ambiente de trabalho ou em questões pessoais e dar os próximos passos de forma consciente.

6.2. Contribui para ter clareza nos propósitos

Os propósitos são extremamente importantes para fazer uma transição de carreira bem-sucedida. Eles servem como guias para estabelecer quais são os objetivos da mudança e como ela vai contribuir para a realização profissional.

Em um processo de coaching, com a utilização de técnicas e ferramentas adequadas, os propósitos se tornam claros e permitem descobrir qual é o melhor caminho.

6.3. Colabora para a superação de crenças limitantes

As crenças limitantes são muito prejudiciais para a evolução profissional. São convicções que resultam, por exemplo, em falta de autoconfiança e excesso de perfeccionismo.

Desse modo, é imprescindível superá-las para entender quais são as reais limitações e como elas podem ser corrigidas. Assim, é possível conseguir descobrir as aptidões e construir uma carreira de sucesso.

6.4. Auxilia a encontrar a identidade profissional

Mudar de carreira não significa abandonar o histórico profissional. As experiências obtidas constituem um conjunto de qualidades que vão ser indispensáveis para iniciar uma nova trajetória e ter êxito nela.

Por isso, é essencial encontrar a identidade profissional para realizar a transição. No coaching são utilizados exercícios práticos que ajudam a descobrir singularidades e a saber como as funções que foram exercidas no decorrer da vida podem ser favoráveis na nova carreira.

6.5. Apoia para encontrar seu objetivo

Com base nas causas da insatisfação, nos propósitos e na identidade profissional, o coach consegue auxiliar na descoberta do seu objetivo, ou seja, o que você quer alcançar na sua carreira.

6.6. Ajuda no plano de mudança

coach tem conhecimentos que permitem auxiliar na criação de um plano de mudança realmente eficiente. Por meio de técnicas, o profissional vai ajudar a criar um caminho com ações efetivas para conquistar o futuro desejado. Desse modo, a transição de carreira acontece de forma mais sólida e segura.

A mudança de carreira pode ser um processo difícil. Por isso, é necessário estar focado no objetivo de iniciar uma nova profissão. Desenvolva o autoconhecimento, analise a situação presente, faça um planejamento cuidadoso e tenha resiliência para superar os momentos de incerteza e medo.

Dessa forma, com paciência e dedicação, você vai conseguir passar pela fase de transição e exercer funções motivadoras, que proporcionem uma rotina de trabalho satisfatória e ofereçam mais qualidade de vida.

Gostou de aprender como mudar de carreira? Quer fazer esse processo com mais segurança e rapidez? Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo nessa jornada em direção à felicidade profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X