Como um coach pode auxiliar pessoas no momento de transição de carreira?

Todos os dias, vejo pessoas saindo de seus empregos, buscando novas funções dentro das empresas em que já atuam ou em outras companhias, e até mesmo investindo em novos talentos ou em seus próprios negócios com o objetivo de realizar uma completa transformação em suas vidas profissionais.

Mas, na prática, qual será o real motivo que as leva a tomar esse tipo de decisão e realizar uma transição de carreira? E como profissional de coaching, qual será o meu papel nessa mudança?

Para responder a essas questões, hoje vou falar um pouco mais sobre as diferentes motivações que levam os profissionais a migrar de suas áreas de atuação e, ainda, como o coach pode contribuir para o sucesso dessa empreitada. Vamos lá?

Por que as pessoas buscam uma transição de carreira?

Acredito que solucionar essa questão é o primeiro passo para auxiliar efetivamente aqueles que desejam realizar uma mudança – parcial ou completa – em sua trajetória profissional. E, a seguir, vou enumerar alguns fatores distintos que podem completar essa equação. Confira:

Realização

Tanto no campo pessoal quanto no profissional, essa é, provavelmente, a principal razão que motiva as pessoas a fazerem uma transição de carreira com o objetivo de conquistar um maior equilíbrio entre o trabalho e as demais atividades da sua rotina com tranquilidade e organização.

Busca por novos desafios

A curiosidade por trabalhar em áreas diferentes, desenvolver novas habilidades, conhecer outras rotinas de trabalho, ou mesmo a vontade de abrir a sua própria empresa e tirar seus projetos do papel leva muitos profissionais a buscarem oportunidades de mudança em suas áreas de atuação.

Recolocação profissional

Apesar de negativas, situações de desemprego podem acabar se tornando ótimas oportunidades para que o profissional possa refletir sobre sua carreira e descobrir novas oportunidades de atuação.

Falta de motivação no emprego atual

Esse sentimento de insatisfação pode ser causado por fatores que vão desde a ausência de reconhecimento e de identificação com as políticas da empresa, até a falta de possibilidades de crescimento e salário incompatível com o mercado, e acaba impulsionando a busca de novos rumos para a carreira.

Qual o papel do coach nessas situações?

As grandes mudanças no campo profissional não acontecem de forma repentina, por isso, a orientação do coach nesse período é essencial para que o profissional não perca seus objetivos de vista e possa estabelecer metas mais conscientes.

Nesse aspecto, o trabalho do coach consiste em, de forma geral, utilizar métodos e táticas de motivação, estudar as oportunidades do mercado, combiná-las com o perfil e o posicionamento de seus clientes, identificando talentos e apresentando novas perspectivas a partir do uso de conhecimentos multidisciplinares de diferentes áreas, como:

  • psicologia;
  • sociologia;
  • neurolinguística;
  • administração de empresas;
  • gestão de pessoas e de recursos humanos.

Dessa forma, é possível oferecer as melhores ferramentas para que o profissional adquira mais confiança em seu próprio potencial e se prepare para uma transição de carreira com mais tranquilidade e boas perspectivas de sucesso.

E, se você gostou deste post e quer conferir outros conteúdos e dicas importantes sobre coach e o mercado de trabalho, curta a minha página no Facebook e acompanhe todas as novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *